<$BlogMetaData$>

sábado, agosto 26, 2006

104. QUEDA DO IMPÉRIO

Foto disponível no URL: Navio Sagres

Perguntei ao vento
Onde foi encontrar
Mago sopro encanto
Nau da vela em cruz

Foi nas ondas do mar
De mundo inteiro terras da perdição
Parco império mil almas
Por pau de canela e mazagão

Pata de negreiro
Tira e foge á morte
Que a sorte é de quem
A terra amou

E no peito guardou
Cheiro da mata eterna
Laranja, luanda sempre em flor

Música/Letra/Intérprete:
Vitorino

Etiquetas:

"DOMINUS VOBISCUM"
    Publicado por Pedro Nobre ás 00:40   4 REFLEXUS

4 Comments:

At sábado, agosto 26, 2006 1:22:00 da tarde, Blogger Miguel said...

Passei para desejar um BOM FDS!

Seja qual for os mares que atravessares ...!

Bjks da Matilde

 
At sábado, agosto 26, 2006 7:38:00 da tarde, Anonymous Papagueno said...

Adoro esta musica. Bom fds

 
At segunda-feira, agosto 28, 2006 5:23:00 da tarde, Blogger Ivo said...

Pedro,

Apesar de conhecer bastante bem o percurso do Vitorino, de já ter privado com ele, e poder afirmar que é uma pessoa que em nada me desiludiu, antes pelo contrário, conseguiu-me surpreender pela pessoa que é.... esta não é de todas, a minha música/letra preferida!! Mas, também não a que gosto menos....

Parabéns pela escolha!!

 
At segunda-feira, agosto 28, 2006 11:51:00 da tarde, Blogger vareira said...

Adoro esta música assim como também gosto imenso do Vitorino,mas gosto mais dele na musica cubana...fantástico.
Tenho uma versão simplista desta música para flauta de bisel que dou sempre para os meus alunos tocar.E assim vou mostrando que existe mais musica do que aqueles Sobremesas que apareceram...bj

 

Enviar um comentário

<< Home