<$BlogMetaData$>

domingo, abril 23, 2006

58. POESIA & FADO

Foto disponível no URL: Gerberas

Hoje deixo-vos um poema do fado "Guitarra Triste", que o descobri através da fadista Kátia Guerreiro. Dedico-o a ti...

Ninguém consegue
Por mais forte que seja
Alcançar o que deseja
Seja qual for a ambição
Se não tiver
Dando forma ao seu valor
Uma promessa d'amor
Que alimente uma ilusão


Refrão

Uma mulher
É como uma guitarra
Não é qualquer
Que a abraça e faz vibrar
Mas quem souber
O modo como a agarra
Prende-lhe a alma
Nas mãos que a sabem tocar
Por tal razão
Se engana facilmente
Um coração
Que queria ser feliz
Guitarra triste
Que busca um confidente
Nas mãos de quem não sente
O pranto que ela diz


Não há ninguém
Que não peça à própria vida
A felicidade merecida
Por quem um dia nasceu
E de tal forma
A vida sabe mentir
Que a gente chega a sentir
O Bem que ela não nos deu

Letra: Álvaro Duarte Simões • Música: Álvaro Duarte Simões

Etiquetas:

"DOMINUS VOBISCUM"
    Publicado por Pedro Nobre ás 00:27   4 REFLEXUS

4 Comments:

At domingo, abril 23, 2006 9:15:00 da tarde, Blogger hala_kazam said...

é sempre bom descobrir um conterraneo...


*beijos*

 
At segunda-feira, abril 24, 2006 2:59:00 da manhã, Blogger Freyja said...

una bella semana Pedro y gracias por tus saludos
ya todo esta bien
hermoso como siempre, te dejo un abrazo

besos y sueños

 
At segunda-feira, abril 24, 2006 10:19:00 da tarde, Blogger Paulo Silva said...

Pedro desculpa não responder ao teu desafio mas não tenho andado bem.
Vou ausentar-me uns tempos.
Um grande abraço e até breve.

 
At segunda-feira, abril 24, 2006 11:23:00 da tarde, Anonymous pensamentos do João said...

Exelente fadista...
Aprecio bastante o fado Jovem...
Desejo te um bom 25 de abril ;)
um abraço pedro ;)

 

Enviar um comentário

<< Home