<$BlogMetaData$>

terça-feira, março 21, 2006

43. DIA MUNDIAL DA POESIA

Foto disponível no URL: Poesia


O dia de hoje é dedicado a todos os amantes da poesia, sejam eles poetas ou leitores de poesia. Deixo-vos mais um poema meu:

DEFINIÇÃO

Do sol à lua
Uma palavra solta escrevo
A noite de novo é tua
Cada um com o seu trevo

Poeta de água doce sou
Versos desalinhados que me saem da mente
Alguém de profeta já me chamou
Mas eu não sou ciente

Somos vistos como loucos e cabeças no ar
Vivemos no planeta da utopia
Fazemos viagens de ir e voltar
Escondidos por conjuntos de letras em cobardia

Mas é nesse mundo que sabemos viver
Acompanhados pela escuridão e desilusão
Os dissabores e tristezas que nos fazem sofrer
Tudo o que mexe com o nosso coração

Ser poeta é sinónimo de amor
Ser poeta é sinónimo de paixão
Ser poeta é sinónimo de dor
Ser poeta é sinónimo de escuridão…

Escrito no meu quarto na Quinta do Conde 08 de Agosto de 2005 – 22:43

Etiquetas:

"DOMINUS VOBISCUM"
    Publicado por Pedro Nobre ás 10:18   5 REFLEXUS

5 Comments:

At terça-feira, março 21, 2006 12:31:00 da tarde, Blogger Rita said...

Ja dizia Florbela Espanca:
Ser poeta é ser mais alto, é ser maior
Do que os homens! Morder como quem beija!
É ser mendigo e dar como quem seja
Rei do Reino de Aquém e Alem Dor!
.............................
É ter cá dentro um astro que flameja,
É ter garras e asas de condor!
.............................
É ter fome, é ter sede de Infinito!
............................
É condensar o mundo num só grito!
............................

E os heterónimos de Fernando Pessoa até conversavam entre si:
- Então, todo este tempo não passámos de uma mentira? (pergunta Ricardo Reis).

Bernardo Soares responde:

O poeta é um fingidor
Mente tão completamente
Que chega a fingir que é dor
A dor que deveras sente...

E eu digo-te
Ser poeta é...
Libertar numa palavra a emoção do coração... É enganarmo-nos a nós próprios com sentimentos estranhos...
É sentir, viver, amar e conhecer as palavras...
É escrever enquanto sonhamos...

BEijos

 
At terça-feira, março 21, 2006 7:04:00 da tarde, Blogger Paulo Silva said...

Pedro...
Poucas plavras tenho para descrever
a simplicidade e toda a verdade contida neste teu poema.
Uma excelente forma de assinalares este dia.
Que é de todos nós ,todos estamos de parabéns.Poetas e amantes da poesia.

 
At terça-feira, março 21, 2006 9:58:00 da tarde, Anonymous Guerreiro da Luz said...

Via a Poesia e o seus Poetas.
Um abraço

 
At terça-feira, março 21, 2006 10:55:00 da tarde, Blogger Miguel said...

Pedro,

Parabéns pelo teu poema original!
Hoje é o vosso dia!

Bjks da Matilde

 
At quinta-feira, março 23, 2006 12:15:00 da tarde, Anonymous João said...

Gostei dessa definição da poesia ...
Já escrevi muita coisa na minha vida que só e sei...
desculpa a minha ausencia ;)
um abraço pedro tem um bom dia ;)

 

Enviar um comentário

<< Home