<$BlogMetaData$>

quarta-feira, janeiro 25, 2006

16. COLINAS e VALES

Fonte: Corpos

Observando o manto verde
Percorro o caminho
Avisto umas grandes colinas
Desejo sentir para me dar prazer
Ao alto avisto uma vasta floresta
Quando de repente escorrego pelo vale abaixo
Ainda me tento agarrar
Mas não consigo
Escorrego e tropeço num pequeno buraco
E caio de cabeça perante a floresta
Quando dou por mim estou perdido
E depois de muito andar
Para trás e para a frente
Caio num enorme buraco,
Tento sair mas acabo sempre por cair
E é depois de muitas subidas e descidas
Que sinto um tremor de terra
E sou expulso violentamente desse enorme buraco
E caio novamente em cima de um buraco
Mas com umas pedras brancas na entrada
Quando de repente sinto um efeito de sucção,
Quando saio já cansado, desse buraco
Encontro novamente o descanso
Junto das colinas...

Pedro Nobre e Francisco Manso
Escrito entre 1997-2002

Etiquetas:

"DOMINUS VOBISCUM"
    Publicado por Pedro Nobre ás 22:00   5 REFLEXUS

5 Comments:

At quinta-feira, janeiro 26, 2006 10:21:00 da manhã, Blogger Paulo Silva said...

Amigo Pedro!
Ao ler este texto vejo nele alguma mágoa e muita revolta.
Mas se enfrentares a realidade como ela é verás que sairás desse terrival buraco com muito sucesso.
Aquele Abraço.

 
At quinta-feira, janeiro 26, 2006 2:19:00 da tarde, Blogger Pedro Nobre said...

Amigo Paulo Silva,

Quando escrevi, em parceria com o meu amigo Francisco Manso, não foi com a intensão de revolta, mas sim amor e prazer... aquele que nos leva até ao céu...

Mas como digo sempre, um poema é como a astrologia, cada ajusta/interpreta de modo diferente.

Pedro Nobre ;)

 
At quinta-feira, janeiro 26, 2006 3:37:00 da tarde, Blogger badger said...

Uma visão «complexa» do amor...
Mas parabéns!! Está muito bom...

 
At quinta-feira, janeiro 26, 2006 7:23:00 da tarde, Blogger Poeta da Noite said...

Meu caro pedro!
Este poema leva-nos a viajar,talvez no meio de sonhos.
Mais concretamente pesadelos.
O triste disto tudo é que esses buracos existem mesmo na realidade.

 
At sexta-feira, janeiro 27, 2006 12:40:00 da manhã, Blogger Thiago Forrest Gump said...

Muito bem escrito. :D

 

Enviar um comentário

<< Home