<$BlogMetaData$>

quinta-feira, janeiro 19, 2006

12. MELANCOLIA

Fonte: Melancolia

Lá no alto
A lua cheia brilha
Iluminando a escuridão da minha vida
Que me cria tristeza na alma
Que me faz recordar tempos passados
Onde as estrelas brilhavam
Os beijos nos afogavam
A felicidade um mar intenso
Hoje,
Estou eu aqui
Num jardim sem flor
Numa noite sem luar
Não tendo a minha donzela para amar.
Mas tenho esperança
Um dia tu voltarás
Quero acordar deste meu pesadelo
Adormecer no sonho eterno
Seja onde estiveres
Estarás sempre comigo
Junto do meu coração
Que também é teu
Jamais alguém o irá ocupar
Mesmo que tenha o mais bonito olhar…

Escrito entre 1997-2002

Etiquetas:

"DOMINUS VOBISCUM"
    Publicado por Pedro Nobre ás 23:39   2 REFLEXUS

2 Comments:

At sábado, janeiro 21, 2006 1:15:00 da manhã, Blogger Freyja said...

el pasado siempre se recuerda, muchas veces saca sonrisas y otras lagrimas.
y los sueños quedan, a veces es bueno envolver el pasado y guardarlo...hasta qued ejebn de doler.
esta muy lindo este poema, pero triste
te dejo mil sonrisas y gracias por tus saludos
un lindo fin de semana

besos y sueñoe

 
At terça-feira, janeiro 31, 2006 1:34:00 da manhã, Blogger Pink said...

Nunca digas "jamais" ...
Belo texto de melancolia amorosa, bem ilustrado!

Um beijo

 

Enviar um comentário

<< Home